segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Histórias e mais histórias.

Quero iniciar todo o assunto sem me perder, mas tenho certeza que farei isso. Primeiro quero dizer que estava morrendo de saudades, e que estava meia sumida pelo fato de estar sem computador e outras coisas. Mas resumindo: OI !
Tanto tempo se passou, e hoje mais uma vez vamos começar com os assuntos e bla blablá.
O grande aniversário de um ano da minha pequena está chegando. Dia 4 de outubro finalmente minha princesa completa um ano de vida. E QUE UM ANO HEIN?  Estou muito feliz por ter chegado até aqui. Minha princesa está linda, cada vez mais esperta, já anda e só trouxe paz para todos. O aniversário dela será comemorado com duas festas! Olha como essa menina tá importante? Hahaha.. Pois é. O aniversário será separado das famílias. No inicio eu estava meia chateada ( e isso ainda não é coisa que me agrada) pelo fato de achar que pelo menos uma vez nós iria-mos nos unir por ela. E isso não aconteceu, e parece que está longe de acontecer. Como o Mr.Pai mesmo disse: "Nós temos vidas diferentes, rumos diferentes, fazer a festa junto seria desagradável." . Sabe. Ele tem razão. Mas não queria que fosse assim. Queria que pelo menos em um dia, todos estívessemos juntos, compartilhando o mesmo amor, aproveitando o dia mais maravilhoso de nossas vidas, que foi o nascimento da pequena. Mas isso não vai acontecer. Talvez lá no fundo eu sei que isso é o melhor... Ah .. É um dia que não vai acontecer mais, e eu queria que as coisas fossem diferentes.. Mas nunca foram. E eu tenho que colocar na minha cabeça que nunca será.
Estou desempregada. Fui mandada embora. Isso pode até ser ruim pelo lado financeiro, mas esses dias estou aproveitando todo meu tempo com minha pequena. Vejo cada momento ( tudo que eu estava perdendo enquanto trabalhava). E eu sou muito feliz por ter ela ao meu lado todos os dias 24 hrs. ( o que não vai durar muito tempo, pois ja estou atrás de outro emprego.)
Minha vida anda monótona,  sem arrepios, sem emoções. As brigas com o Mr.Pai praticamente nem existem mais, pois não nos falamos muito. Meu contato é direto com a mãe dele, as irmãs dele... E isso não me desagrada, pois quando nos falamos nos damos bem. Nunca mais tivemos aquelas brigas chatas, porque não nos permitimos mais. É uma patata ou outra, é um xinguinho de leve.. E pronto! Hahaha.. Ele ainda está com a ''noiva'' dele, e acho que estão bem, e ela não tem a vontade de morrer ainda. (HAHAH, BRINCADEIRINHA GENTE! ).
Eu me sinto bem com meus sentimentos, por mais que estar desempregada NESSE momento seja dificil pra mim. Não sofro mais com coisas banais e é isso que me faz bem. Demorou, mais passou. Por isso hoje sou desencanada, hoje vejo que toda dor se vai ... Vejo que nenhum sofrimento é eterno, assim como nada é pra sempre.
E hoje, eu sei que o meu dia vai terminar bem. Sem as lembranças me atormentando, sem o passado atrás de mim. Só eu , minha filha e a felicidade que o futuro está nos esperando.

 Dia 04.10 - você completa um ano. Um ano que você chegou me trazendo a certeza do que é o amor. Me trouxe a vida . 
A vida que todos pensaram que eu ia perder.
Eu te amo.
Te amo
E amo. 
Simplesmente amo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário